FORMAÇÃO PROFISSIONAL - O Jovem e o Mercado de Trabalho

  • 12-11-2009

Milhares de jovens brasileiros anseiam pela oportunidade do primeiro emprego. Ingressar ou não na economia formal traz conseqüências tangíveis para o jovem e sua família e para toda a sociedade.

Os jovens brasileiros na faixa etária de 16 a 24 anos apresentam uma taxa de 31,82% de desemprego, quase o triplo dos índices encontrados na população acima de 25 anos.

O abandono dos estudos é muitas vezes o resultado anunciado para jovens que já perderam a esperança de participar do mercado de trabalho. Os altos índices de violência, especialmente entre as camadas mais jovens da população, também apresentam conexão direta com a falta de oportunidade profissional.

As dificuldades de colocação no mercado de trabalho e as condições inadequadas de ensino têm aumentado a taxa de desocupação entre os jovens. Aqueles que não estudam nem trabalham atingiram o percentual de 20% em 2005.

Apesar do grande número de desempregados, faltam profissionais qualificados no mercado. De acordo com dados do BIRD - Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento, nosso país deixará de ganhar, nos próximos 40 anos, R$ 300 bilhões - 16% do PIB - pelo fato de um grande contingente de jovens não concluir o Ensino Médio e não apresentar, portanto, qualificação necessária para o mercado de trabalho.

Comparativamente a outros países, há uma grande defasagem no percentual da população economicamente ativa que possui escolaridade média. No Brasil, esse índice é de apenas 14,4%.

% da População com Ensino Médio

Dados do IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

A defasagem do Ensino Médio é comprovadamente uma das principais fontes de desigualdade na distribuição de renda e reflete negativamente sobre o desenvolvimento econômico do país, pois atinge o nosso nível de competitividade global.

A proposta do Programa de Aprendizagem é promover inserção profissional com formação escolar, ou seja, capacitar o jovem para o mercado de trabalho e oferecer a oportunidade do primeiro emprego, que servirá de base e estímulo à conclusão dos seus estudos.

A contratação é para uma carga horária semanal de quatro horas, o que permite ao jovem freqüentar a escola nos períodos diurno ou vespertino.


Enviar para Amigo

Preencha os campos abaixo para enviar este(a) noticia para um amigo:

Enviar para Amigo
* Seu Nome:
* Seu Email:
* Nome do Amigo:
* Email do Amigo:
* Cód. de Segurança:
Security Image Gerar novo
Digite o código informado na imagem
* Mensagem:

Clique aqui e faça sua inscrição no Prouni
Conheça o Web in Box e veja como é fácil ter seu website profissional